Category Archives: Sem categoria

Comunidade de GO tem maior incidência de doença rara que provoca tumores

Situada no Estado de Goiás, a comunidade de Araras, distante 40 quilômetros de Faina, tem o maior grupo de pessoas que sofrem de uma rara doença de pele hereditária, conhecida como xeroderma pigmentosum, ou “XP”, que provoca tumores na face. A informação é da Associated Press.

As pessoas diagnosticadas com a doença são extremamente sensíveis aos raios ultravioletas do sol e altamente suscetíveis ao câncer de pele. A condição também faz com que os pacientes não consigam se recuperar dos danos causados pelo sol na pele.

Como Araras é uma comunidade agrícola, o trabalho ao ar livre é a principal fonte de renda da população. Isso torna ainda mais difícil a vida dos portadores da doença.

“Sempre estava exposto ao sol – no trabalho, no plantio, na colheita de arroz e na hora de cuidar das vacas”, afirma Djalma Antonio Jardim, 38. “À medida que os anos se passaram, minha condição piorou”, destaca.

A agricultura não é mais uma opção para Jardim. Ele sobrevive em uma pequena pensão do governo e do rendimento de uma sorveteria que ele administra.

Jardim tinha apenas nove anos quando um grande número de sardas e pequenos caroços começaram a aparecer em seu rosto. De acordo com os especialistas, estes são os primeiros sinais da doença, e o paciente precisa se proteger do sol imediatamente.

Tal precaução não foi tomada por Jardim, que agora usa um chapéu de palha para proteger o rosto dos raios solares, mesmo que tenha pouca eficácia. Ele foi submetido a mais de 50 cirurgias para remover tumores de pele.

Em um esforço para camuflar a forma como a doença devora a pele de lábios, nariz, bochechas e olhos, Jardim usa uma máscara rudimentar.

Alta incidência

Além dos danos à pele e do câncer, cerca de um em cada cinco pacientes com XP também pode sofrer de surdez, músculos espásticos (que se contraem), má coordenação ou atrasos de desenvolvimento, segundo o National Cancer Institute, nos Estados Unidos.

Em Araras, mais de 20 dos cerca de 800 habitantes têm XP. Essa taxa de incidência — aproximadamente uma em cada 40 pessoas —  é  muito superior, por exemplo, à taxa norte-americana (uma em cada um milhão).

Para especialistas, essa alta incidência é explicada pelo fato de o distrito ter sido fundado por algumas famílias portadoras da doença, o que fez com que ela passasse de geração para geração. Tanto o pai quanto a mãe de Jardim eram portadores do gene defeituoso que causa a doença, o que fez com que ele também a desenvolvesse.

Ainda assim, durante anos, nenhum médico conseguiu explicar a Jardim e aos outros pacientes que sofriam com o xeroderma pigmentosum o que era a doença. 

“Os médicos disseram que eu tinha uma doença no sangue. Outros afirmaram que era problema de pele. Mas ninguém contou que era uma doença genética”, conta Jardim. “Foi apenas em 2010 que a minha doença foi diagnosticada corretamente.”

A professora Gleice Francisca Machado tem um filho de 11 anos, Alison, diagnosticado com XP. Ela estudou a história da doença na região e descobriu casos de pessoas que sofriam com os sintomas há 100 anos.

Gleice montou uma associação que educa os habitantes da cidade sobre a doença e tenta fazer com que os pais tomem mais cuidados com os filhos, mesmo com aqueles que não apresentaram nenhum tipo de sintoma. 

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/05/06/cidade-de-go-tem-maior-incidencia-de-doenca-rara-que-provoca-tumores.htm

Um blog sobre genética..

Criamos esse blog para publicar notícias sobre genética, foi um desafio que nossa professora de Genética nos deu, ai estamos.. Faremos o melhor que pudermos. Primeiramente, nos perguntamos o que é mesmo genética? Só estuda o que “recebemos” de nossos pais? Vamos dar uma breve explicação do que é genética! A Genética é um ramo biológico que estuda as características biológicas e físicas de geração para geração. Cientistas acreditam que inúmeros problemas genéticos encontra-se nos genes. Então, a hereditariedade é a herança genética que temos de nossos pais, avós, sejam físicas, ou até doenças. Por isso muitos de nós temos características de nossos familiares. Os cientistas acreditam que futuramente, será possível eliminar muitas doenças de origem genética.

DEBATENDO HOMOXESSUALISMO E SUA POSSÍVEL DETERMINAÇÃO GENÉTICA

A orientação sexual, seria uma opção particular baseada em acontecimentos sociais, tem fundo psicológico, ou é determinada geneticamente? Essa questão tem levado a muitos debates, confrontos ideológicos ferrenhos entre as áreas do conhecimento mais diversas, publicações como a da Geneticista, colunista da Veja e blogeira Mayana Zatz apontam que estudos quanto à determinação genética não são conclusivos, já que “Pesquisas genéticas são difíceis de serem realizadas com seres humanos porque não há como analisar comportamentos de pessoas sem levar em conta o ambiente em que vivem ou foram criados” como comentou a colunista. Mayana levantou a hipótese da herança multifatorial “A homossexualidade poderia, por exemplo, obedecer a um padrão de herança multifatorial, onde vários genes interagem com o ambiente para determinar uma característica. Entretanto, a identificação de genes responsáveis por traços multifatoriais é extremamente difícil”. Outros Blogeiros como João Paulo Mendes representam o saber Religioso que vai contra algumas ideias exposta pela geneticista em seu blog, rebatendo alguns pontos como: “A psicologia já sabe que um homossexual não se torna homossexual do nada, bem como não pode deixar de sê-lo.”  O blogeiro argumenta “Eu conheço pessoas que abandonaram o homossexualismo e construíram uma família, voltaram-se à heterossexualidade e vivem bem” existem ainda aqueles que como o blogeiro Jorge Ferraz descordam e rebatem contra extremismos que envolvem o debate, ele recomenda o vídeo  “Geneticista Embusteiro” postado no Facebook, conforme post de seu blog. Falando em Facebook a última atualização do aplicativo foi motivo de publicação na área sugestivamente chamada “Debates e Provocações” da Revista Época de 24 de fevereiro de 2014, Edição 821, a atualização só está disponível até o momento nos EUA e abre um leque bem variado de opções sexuais no perfil do usuário, são utilizadas 52 classificações para opção sexo, um exagero não acha? Exagero este observado por psicólogos entrevistados pela Época para compor a publicação.

Links relacionados:

Publicação do dia 16.01.2009 por Mayana Zatz

http://veja.abril.com.br/blog/genetica/arquivo/homossexualidade-genetico-ou-ambiental/

Publicação do dia 10.04.2013 por João Paulo Mendes

http://joaopaulo-mendes.blogspot.com.br/2009/01/homossexualismo-no-gentico.html

Publicação do dia 05.03.2013 por Jorge Ferraz

http://www.deuslovult.org/2013/03/05/o-homossexualismo-a-genetica-e-a-moralidade-dos-atos-humanos/